A Esclerose Múltipla é uma patologia inflamatória que atinge as fibras nervosas responsáveis pela transmissão de comandos do cérebro a várias partes do corpo, provocando um descontrole interno generalizado.
É uma patologia inflamatória e degenerativa que afeta o SNC, que surge habitualmente entre os 20 e 40 anos, sendo mais comum em mulheres.


Causas


As causas não são bem conhecidas, contudo pensa-se que pode ser influenciado por vários fatores, tais como: Local onde se vive, o Ambiente, a Hereditariedade, os Vírus ou o Sistema Imunitário. A combinação desses vários fatores é a causa mais aceite, contudo não há uma resposta conclusiva.
Na MTC a maioria das causas não são consideradas físicas, o que abre espaço para outras possibilidades. Além das causas físicas, consideram-se as causas emocionais, energéticas e espirituais. Em MTC o corpo é visto como um circuito energético que pode ser desequilibrado por diversos fatores internos e externos.
As Emoções segundo a MTC levam a um desgaste continuo de energia, tendo tendência a somatizar sintomas em áreas corporais mais sensíveis. Um longo período de Tristeza pode levar a uma debilidade do sistema imunitário, enquanto as Fobias levam à degradação do sistema nervoso.
As causas energéticas tal como o nome indica são uma disfunção do sistema interno, causadas por inúmeras situações, tais como a colocação de Piercings, a Hereditariedade, os Hábitos, o Stress, as Cicatrizes, entre muitas outras. Assim uma boa avaliação em MTC pode detetar a causa com alguma facilidade. O diagnóstico em MTC inclui muitos métodos que são estranhos para o ocidental. A observação da Língua, a avaliação do Pulso, a Anamnese, a avaliação com Ryodoraku são alguns dos instrumentos habituais.
Finalmente as causas espirituais não são mais do que as decisões de vida que tomamos (O TAO). Na minha experiência clínica estas são muito frequentes e tem a ver com conflitos familiares, escolhas erradas de profissão, entre outras. Muitas vezes são difíceis de compreender, contudo são tão reais como as causas físicas. Tomemos um exemplo de alguém que gostaria de seguir uma carreira artística, contudo por pressão dos pais vai para outro curso. Torna-se muitas vezes infeliz com a decisão e culpa-se por não ter tido a força de contrariar a decisão. Poucos anos depois surgem sintomas de esclerose. Tenho vários clientes que ao aceitar isso e trocarem de profissão a patologia como que desaparece miraculosamente. Estranho? Não! Era obvio que estava no caminho errado. Toda e qualquer decisão terá uma consequência, boa ou má. Esse é o poder do nosso livre arbitrium.


Sintomas comuns


Os sintomas são muito variados e com gravidades diferentes, contudo deixo os mais comuns:
- Alterações de sensibilidade
- Fadiga
- Neurite ótica
- Dor
- Alterações urinárias


A Esclerose Múltipla é uma doença progressiva, remitente e recorrente. Nesse sentido surgem os sintomas, regridem em parte durante algum tempo depois e voltam passado meses ou anos. A cada crise vão ficando algumas limitações.


Em MTC esta patologia pode apresentar muitos síndromes tais como:
- Deficiência de R
- Deficiência Yin R e F
- Humidade Calor
- Vento e fleuma
- Fleuma no Jiao médio
- Estagnação de Xue
- Deficiência de Baço


Isto sugere que é uma patologia difícil de tratar, mas não impossível. Um bom diagnóstico de medicina chinesa e um tratamento de Acupuntura é fundamental. Dada a minha experiencia posso afirmar que o quadro assustador traçado quando o doente chega à minha consulta, habitualmente tem solução.


Tratamento


A Acupunctura assume-se como a arma mais interessante para anular os sintomas e reverter a situação clínica. Contudo existem outras terapias que devem acompanhar o tratamento tais como o uso de plantas tónicas, a massagem Tui Na e o Angelki / Chi Kung para reequilíbrio da mente.
O tratamento que uso habitualmente inclui várias terapias que ao serem combinadas tem ótimos resultados.


Acupuntura

É a base para reverter a patologia e eliminar os sintomas. Existem inúmeros pontos de Acupucntura que atuam sobre o sistema nervoso reduzindo a inflamação e regenerando os próprios nervos. A par disso também é relativamente fácil aliviar a dor e melhorar os sintomas oftalmológicos com pontos do corpo, do crânio e orelha. A crânio acupunctura tem excelentes resultados no tratamento das inflamações do nervo ótico, no alivio da dor e reabilitação geral do organismo.
Nesse sentido o uso de pontos como o 3 ID (que tem ação sobre o meridiano Du Mai) tem uma ação extraordinária na recuperação de das lesões da medula e cérebro). O 3 F e 4 IG usados com electroestimulação aliviam grande parte dos sintomas de dor e alterações de sensibilidade nos membros. O 39 VB tem uma excelente ação na reabilitação do sistema nervoso. O 36 E e 3 R são excelentes tónicos energéticos.


Auriculoterapia
O pavilhão auricular apresenta mais de 300 pontos, onde todas as áreas corporais estão representadas. A par disso existem inúmeros pontos com ação especial em diversas patologias. O cérebro, a medula, todos os músculos, os olhos, etc., tem uma representação. Como complemento uso o Shenmen e o Tálamo no alivio da dor, o Omega 2 com ação nos membros, o Mio relaxante cuja ação muscular é marcante e os pontos da Visão para reabilitar o nervo ótico. O mais interessante da Auriculoterapia é o uso de esferas magnéticas no pavilhão auricular que permanecem durante vários dias, em que o doente pressiona e assim consegue um efeito 24 horas por dia.


Crânio Acupuntura
A área da visão, motora e da sensibilidade são excelentes para reabilitar o nervo ótico e todo o sistema nervoso. Esta ação também pode ser complementada com uma massagem ao couro cabeludo.


Fitoterapia
O uso de plantas é milenar sendo fundamental para a reabilitação da patologia. O primeiro passo é desintoxicar o organismo com um bom depurador hepático, onde esteja presente o Cardo Mariano. O produto que uso há mais de 10 anos é o Enolin que me dá imensas garantias. No final do tratamento incluo os tónicos energéticos fundamentais para impedir a degradação do sistema nervoso e evitar recaídas. As minhas plantas de eleição são o Ginseng de 9 anos e o Astragalus. O Chá Oolong passa também a fazer parte do dia a dia pelas suas ações antioxidantes, substituindo os lacticínios. Não devemos esquecer a mudança de hábitos alimentares.


Alimentação
O que comemos pode ser a nossa morte e nesse sentido devemos criar hábitos saudáveis. Assim uso a alimentação do grupo sanguíneo e aconselho a retirada de alguns alimentos tais como: Leite, Trigo, Tomate, Porco e Açucar. A par disso é importante que o nosso corpo se torne mais alcalino pelo que uso a água do mar ou o sal dos Himalaias para esse efeito. Um ambiente alcalino é obrigatório para impedir as inflamações.


Tui Na
A massagem é fundamental para reabilitar os músculos e assim aliviar as dores. O Tui Na é sem duvida o ideal para restabelecer o circuito energético, onde as ventosas não podem ser esquecidas.


AngelKi / chi Kung
A nossa mente tem capacidades de nos salvar ou destruir e nesse sentido estas terapias energéticas são fundamentais. O voltar a assumir o controle da sua vida e obter equilíbrio mental são o primeiro passo para vencer a doença.

 

No ocidente vemos as doenças como uma fatalidade, mas isso não é verdade. Na maioria das situações somos nós que as desencadeamos. Compreender esta situação e mudar a nossa filosofia de vida é o primeiro passo para uma vida saudável.

Espero ter contribuído de alguma forma com a minha experiência para que encontrem novos instrumentos para lidar com a Esclerose Múltipla e assim melhorar a vida de alguém.

Prof. José Malta

Contactos
v.silencio@gmail.com - 918972081

© 2016 , A Voz do Silêncio , Todos os direitos reservados